Dez dicas para a manutenção do carro

Saiba os prazos em que os principais itens do seu carro precisam ser verificados


Divulgação

Manter a manutenção do carro em dia contribui com a segurança no dia a dia

Manutenção é um assunto que pode ser chato para a maioria dos motoristas. Mas é algo do qual não há como escapar para não correr o risco de ficar a pé na hora em que você mais precisa do carro, o que inclui uma viagem com a família. Por isso, dê uma olhada nos principais itens que precisam estar com a manutenção em dia.



1 - Óleo do motor

Troque o óleo antes de deixar o carro parado na garagem, de preferência por um óleo sem aditivos.


Deve ser verificado toda semana. Antes de usar o carro pela primeira vez no dia e em um piso nivelado, retire a vareta do óleo e limpe-a para poder medir corretamente o nível do óleo. Faça isso usando um papel ou pano. Em seguida, basta inserí-la novamente. Ao retirá-la: a marca do óleo deve estar entre as marcas “Mín” e “Máx” da vareta.



2 – Freios

Em geral, o fluído do freio deve ser trocado a cada dois anos, ou conforme a recomendação da fabricante, já que tem a propriedade de absorver água, que pode evaporar com o calor dos freios e formar vapor no sistema, que prejudica bastante as frenagens. Se estiverem abaixo da espessura minima, as pastilhas e lonas de freio devem ser substituídas.


Além dos discos e pastilhas, verifique o estado do fluido e freio a cada dois anos.



3. Correia dentada


Não vale a pena correr o risco dela se romper, o que pode causar sérios danos ao motor, como o empenamento de válvulas ou furos nos pistões. Deve ser trocada por um bom mecânico. Os prazos de troca variam de acordo com cada modelo de carro e variam entre 30 mil e 50 mil km.


Correias dentadas duram em torno de 50.000 kms na maioria das vezes




4- Água do radiador


Assim como o nível do óleo do motor, deve ser vista toda semana. Com o motor frio e o veículo nivelado, a água deve estar entre o “Mín” e o “Máx” indicados no reservatório. É muito importante que o líquido de arrefecimento tenha a proporção correta de aditivo de boa qualidade, nunca apenas água pura.


Líquido do sistema de arrefecimento deve ter a proporrcão correta de aditivo



5. Velas de ignição


Se não estiverem em bom estado o consumo aumenta e o desempenho diminui. Portanto, são fundamentais para o bom funcionamento do motor. O tempo entre as trocas varia conforme a recomendação do fabricante. Em geral, os modelos convencionais duram entre 20.000 e 30.000 kms.


Velas convencionais costuram durar em torno de 30.000 kms



6 – Filtros