6 dicas para criar sua estratégia de marketing de defensores


Confira ideias para acelerar na criação de um programa de defensores e para que o seu projeto tenha resultados mais duradouros.


Toda empresa conta com um grupo de clientes cativos e até entusiastas da marca. Essas pessoas podem servir de referência para desenhar uma estratégia de marketing de defensores específica para o seu negócio – e pensada para os seus públicos.


Não é segredo que o marketing de defensores é apontado como o futuro do marketing, porque faz com que a sua empresa ganhe em imagem a partir da identificação desses defensores e de iniciativas para engajá-los e motivá-los cada vez mais a disseminar os seus produtos e ideia pela internet.



Saiba como criar um Programa de Defensores em 6 dicas:


1 - Descubra quem é o defensor ideal para a sua marca

De início, é importante não considerar todo consumidor como um potencial defensor. Ao longo do tempo, sua empresa passa a identificar os clientes que compram itens repetidamente, que comprovadamente são admiradores da sua marca e produtos e já recomendam sua empresa para amigos. Uma das melhores maneiras de identificar quem são seus Defensores é por meio do Net Promoter Score.


Este é o perfil de público mais próximo da sua marca. O que eles têm em comum? É preciso compilar os dados destas pessoas para chegar a algumas conclusões:


– Qual a faixa etária média?

– Quais os seus hobbies e atividades prediletas?

– São mais homens ou mulheres? Mais solteiros ou casados?

– O que eles mais gostam na sua empresa?


Ou seja, de uma avaliação quantitativa, chega-se a um padrão qualitativo do perfil de público mais próximo da sua empresa. Nem sempre o perfil dos defensores, é igual aos da sua persona. Quem se enquadra nessas características acaba sendo um potencial participante de sucesso para o seu programa de defensores ou mesmo serem convidados para englobar uma estratégia de marketing de defensores.



2 - Qual conteúdo é importante para os seus defensores?

A aproximação já foi feita, e os potenciais defensores já foram identificados. Agora é o momento para uma análise mais específica dessas pessoas – mais do que a quantidade, é importante focar na qualidade dentro desta estratégia. Vale identificar algumas questões:


– Qual o formato de conteúdo é mais bem aceito por seus defensores?

– Que tipo de informação eles gostam de receber?

– Eles se sentem valorizados se receberem o conteúdo em primeira mão?

– Quais os valores os identificam a sua marca?


Ao responder essas perguntas, você será capaz de formular uma estratégia de conteúdo muito mais eficiente, baseada em uma amostragem de pessoas que realmente conhece e já se comunica com a sua marca — além de incentivar que os próprios usuários gerem conteúdo.



3 - Fique de olho na concorrência

O seu grupo de defensores é composto de pessoas apaixonadas pelos seus produtos, mas também por um estilo de vida, um tema específico, como um esporte, o que faz com que haja concorrentes no mercado.


Por esse motivo, é importante pensar em desenvolver o melhor programa de defensores possível, evitando que sejam seduzidas por outras iniciativas.


No entanto, isso não quer dizer que os concorrentes não tenham estabelecido uma estratégia que possa ser interessante para os seus defensores ou que possa ser replicada pela sua companhia.


– O que eles estão fazendo diferente?

– Quais as iniciativas estão funcionando?

– Quais são os benefícios oferecidos?


Embora sua companhia tenha os seus próprios conceitos, manter os olhos abertos a outras iniciativas é sempre uma maneira de ter novas ideias e de inovar.



4 - Que tipo de incentivos fariam os seus defensores mais felizes?

Uma estratégia de reconhecimento é sempre uma boa iniciativa para engajar os seus defensores. Por isso, a valorização de ações é algo que deve ser feito com frequência. O raciocínio dentro de sua estratégia de marketing deve ser: as boas ações de seus defensores devem ser encorajadas. Mais do que isso: os interessados em sua marca nem sempre sabem como contribuir para o seu negócio e você pode e deve orientá-los.


Por óbvio, um Programa de Defensores precisa ser o mais personalizado possível para o tipo de público da sua empresa. Lembrando que a sua companhia pode ter mais de um público-alvo para os defensores e mais de uma iniciativa. Cada uma dessas pessoas terá o seu gatilho de interesse disparado por diferentes motivos, o que deve ser motivo de curiosidade para sua companhia.



5 - Como tornar essa iniciativa cada vez melhor?

Por se tratar de uma estratégia relativamente recente, ela pode, em um primeiro momento, dar excelentes resultados, muito acima do seu planejamento prévio. No entanto, o desenho da iniciativa deve ser para continuar sendo eficiente com o passar do tempo.. É este raciocínio que a sua equipe de marketing deve ter em mente ao elaborar esse tipo de iniciativa.